como-fazer-planejamento-de-manutencao-usando-a-planilha-de-manutencao-textil

out 25

Manutenção industrial é uma necessidade básica de qualquer fábrica ou indústria. Por isso, indispensável à indústria têxtil. É ela que vai garantir uma produção sem prejuízos por paradas e gastos com reparos inesperados.

A manutenção industrial têxtil também é determinante para melhorar a produtividade, a qualidade do que é produzido, e oferecer maior segurança aos funcionários de uma empresa.

Mas, para executar a manutenção industrial têxtil é preciso planejar as ações que serão praticadas com esta finalidade.

Então, aprenda como criar o seu planejamento de manutenção industrial têxtil, ou mais precisamente, o Planejamento e Controle de Manutenção (PCM) da sua indústria.

 

O que é um PCM?

O Planejamento e Controle de Manutenção (PCM) é um conjunto de estratégias e ações que visam evitar problemas, corrigir desvios e aperfeiçoar a produção.
Através de uma manutenção industrial têxtil apoiada em PCM é possível coletar, estudar, ajustar e propagar informações usadas por todos os setores de uma indústria.
Ter uma boa ferramenta para Planejamento e Controle de Manutenção é, portanto, fundamental. Por intermédio dela é mais fácil acompanhar e controlar o cumprimento de algumas metas do PCM:

  • Preparar
  • Programar
  • Avaliar resultados dos serviços de manutenção industrial têxtil
  • Permitir a comparação dos resultados obtidos com valores pré-estabelecidos
  • Adotar medidas para corrigir desvios observados

 

Construindo o Planejamento e Controle de Manutenção

O PCM é vital à manutenção de equipamentos. É o planejamento que dará origem a um Procedimento Operacional (PO) padrão contendo as tarefas necessárias à manutenção industrial da sua empresa.

construindo-planejamento-e-controle-de-Manutencao

A recomendação é que essa lista de obrigações seja registrada em um Manual de Treinamento (MT). Aconselha-se ainda que tanto o PO como o MT sejam elaborados em grupo.

O ideal é que um representante do PCM, o responsável pelo setor de manutenção industrial têxtil e operadores dos equipamentos participem dessa construção.

 

O passo a passo de um PCM bem elaborado

Antes de tudo, a manutenção industrial têxtil deve focar em ser preventiva e não reativa. Para conferir o motivo desta preocupação ser essencial, leia este outro artigo: Por que a manutenção preventiva têxtil é importante?

Nele são citadas algumas razões específicas para prevenir problemas, ao invés de paralisar a linha de produção. Por exemplo:

  • Manter os equipamentos funcionando de forma produtiva
  • Ampliar o tempo de utilidade de ativos físicos
  • Reforçar a segurança dos seus funcionários
  • Obter eficiência energética com a instalação e operação de equipamentos
  • Evitar reparos grande e caros

Consciente da visão sobre manutenção industrial que precisa adotar, é a hora de compreender que um Planejamento e Controle de Manutenção depende de ajustes constantes.

passo-a-passo-de-um-pcm-bem-elaborado

A necessidade de adaptações vai surgir de acordo com as características da sua linha de produção e indústria como um todo.

De modo geral, os procedimentos básicos para desenvolver um PCM eficaz e capaz de suprir as particularidades da sua indústria têxtil pode ser estruturado da seguinte maneira:

 

1-Faça uma apuração de dados

O primeiro trabalho é o de inventariar todas as máquinas em funcionamento. Apure informações como: troca de peças anteriormente e número de ações que já foram realizadas.

Anote as ocorrências que mais se repetiram em longo prazo e observe quais equipamentos não podem ficar parados, por serem indispensáveis ao ciclo de produção.

Esses dados apontarão para as prioridades de chamados técnicos do seu PCM. Mais que isso, indicarão por onde iniciar um procedimento de manutenção industrial têxtil em caso de problemas.

Comece considerando o período do último ano (12 meses). A partir daí conseguirá listar quais máquinas serão as primeiras a receber manutenção.

A análise dos dados coletados deve ser constante, para percepção de padrões: em qual intervalo de tempo é importante lubrificar uma máquina ou substituir uma peça.

 

2-Crie o Procedimento Operacional (PO)

A rotina de checagem do estado de cada equipamento, após passar pela primeira manutenção, deve estar prevista no Procedimento Operacional (PO). Não importando se o trabalho foi preventivo ou corretivo.

Essa continuidade fornece informações confiáveis sobre cada equipamento e melhora a qualidade da produção. Além disso, assegura que todas as atividades de manutenção estão em dia.

O Procedimento Operacional do seu PCM conterá verificações como:

  • Checklist elétrico: Averiguação de todos os componentes elétricos do equipamento, com avaliação minuciosa de painéis, cabos de energia e fontes.
  • Checklist da lubrificação: A meta é apurar se todos os componentes foram devidamente lubrificados e produtos acondicionados nos recipientes apropriados.
  • Checklist de Segurança: Vistoria o cumprimento de todas as normas de segurança, com o cuidado de não deixar nenhum material que ofereça risco as pessoas e à máquina.
  • Checklist Mecânico: Conferência de cabos, correias, mangueiras e todos as peças do equipamento.

Para evitar confusão e possíveis erros no Planejamento e Controle de Manutenção, cada etapa de averiguação deve ser fotografada e legendada.

procedimento-operacional-pcm-contera-verificacoes

 

3- Faça um orçamento financeiro

É o momento de orçar o planejamento e os custos que terá com a manutenção industrial têxtil.

Inclua aqui todos os investimentos que precisará fazer para executar o projeto. Entre eles, softwares de gestão, contratação de profissionais, materiais e peças.

Se não sabe nem por onde começar, siga essa ordem:

  1. Equipe necessária para executar as atividades de manutenção
  2. Materiais para reparo de eventuais máquinas
  3. Encargos trabalhistas
  4. Softwares usados no controle do projeto

Nesse ponto do planejamento é indispensável o cuidado para não aumentar custos tentando reduzir custos.

Um exemplo comum é comprar peças mais baratas e sem qualidade, que resultarão em problemas e prejuízos ainda maiores no futuro.

O principal investimento nesta fase deve ser no treinamento de funcionários. O comprometimento deles é fundamental para que a manutenção industrial têxtil, e o uso dos equipamentos no processo de produção, aconteçam de forma adequada.

 

4. Defina prazos

Aprovados o planejamento e orçamento, determine a frequência de cada manutenção.

Uma dica é dividir o número de vezes que cada revisão deve ocorrer pelo número de funcionários que farão os serviços.

Dessa equação resultará uma média de quantas manutenções cada equipamento terá durante um ano, e de quantos profissionais serão necessários.

Reserve uma quantidade maior de revisões para as máquinas usadas há mais tempo.

Para entender melhor como programar esse serviço dentro da sua indústria ou fábrica acesse: Como definir o calendário de manutenção no maquinário têxtil?

 

5- Controle os serviços executados

Acompanhe cada um dos serviços que forem executados. Tal atitude evita possíveis falhas.

Também é ideal fazer relatório de cada checklist, com fotos, legendas, horários de chegada e de saída, e nível de qualidade alcançado.

Nesse documento ainda podem constar observações sobre indícios de problemas ou erros que os equipamentos da sua indústria podem apresentar.

Os dados serão facilmente obtidos em uma conversa com os profissionais da manutenção industrial têxtil.

profissional-manutencao-industrial-textil

 

6- Compare indicadores constantemente

Para ter certeza de que o Planejamento e Controle de Manutenção (PCM) está transcorrendo como deve é preciso confrontar resultados.

Existem indicadores de performance que merecem total atenção. Senão estão sendo atingidos, pode ser o caso de ajustar o PCM.

O guia dos principais indicadores, chamados de Key Performance Indicator (KPI’s) ou Indicadores-Chave de Desempenho, em Português, inclui:

  • Tempo médio do atendimento
  • Intervalo entre reparos
  • Rentabilidade por máquina
  • Cumprimento do cronograma

Desenvolver o PCM é um pouco trabalhoso, mas as vantagens de tê-lo no processo de manutenção industrial têxtil compensam todos os esforços.

Ele acaba com a falta de informação sobre o que fazer, permite avaliar desvios e adotar medidas corretivas. Além de tornar os executantes mais eficientes.

Existem diversas ferramentas e metodologias para que o PCM seja eficiente e garanta bons resultados. Com isso em mente, desenvolvemos uma planilha de manutenção industrial têxtil, para facilitar e otimizar a gestão de manutenção da sua fábrica, confira.

planilha-de-manutencao-textil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *