Malha sendo relaxada em uma confecção têxtil.

jan 31

O processo de relaxamento de malha é muito importante para definir a largura e comprimento do tecido.

Conforme a tecnologia evolui, o processo de relaxamento é aprimorado, o que causa algumas dúvidas e faz com que surjam mitos relacionados a este processo.

Neste artigo separamos 6 deles. Confira!

 

Todas as malhas podem ser relaxadas

MITO

 

Não são todas as malhas que precisam ser relaxadas.

 

Sendo assim, antes de realizar o procedimento, é importante verificar a finalidade e o tipo de malha para estabelecer se elas devem ou não passar pelo processo.

 

+ Saiba maisPreparação de malha: Qual é seu fornecedor mais barato?

 

É possível reduzir o tempo de descanso das malhas

VERDADE

No processo tradicional, as malhas e tecidos com elastano precisavam ficar de 24 a 48 horas abertas em redes ou mesas, antes que fosse feito o enfesto e corte.

No entanto, graças às soluções como as disponibilizadas pela tecnologia Delta, isso não é mais necessário.

Agora, ao invés de abrir os rolos manualmente e deixá-los descansar, basta colocá-los em uma Relaxadeira de Malhas.

 


Ela faz o processo em muito menos tempo, o que proporciona a agilidade do processo e evita a perda de dias produtivos. Além disso, não é mais necessário ter um local apenas para deixar a malha enfestada descansando.

 

Não há como eliminar o processo de enfestar a malha fraldada

MITO

É possível eliminar o processo de enfestação da malha fraldada por meio de uma Ralaxadeira de Malhas e Tecidos, como a disponibilizada pela Delta.

Este equipamento, também realiza o relaxamento de rolo para rolo e elimina a necessidade de enrolamento da malha fraldada após o descanso. Ótimas funções para quem visa facilitar os processos e aumentar a produtividade.

 

É possível reduzir a variabilidade do produto final

VERDADE

Os equipamentos automatizam o processo, coletando informações sem que ocorram erros, comuns em procedimentos manuais.

Dessa forma, para evitar retrabalho, desperdícios de recursos e comprometimento das entregas, basta capacitar os funcionários para ajustar e gerenciar o maquinário.

 

Funcionários de uma confecção recebendo treinamento no novo maquinário do relaxamento de malha.
Capacitar os funcionários para o pleno e eficiente manuseio do maquinário é parte da otimização dos processos.

Essas medidas ainda ajudam a corrigir processos antes que as falhas aconteçam, para que as medidas sejam tomadas e a credibilidade da empresa não seja afetada.

 

Utilizar soluções tecnológicas para relaxamento auxilia no controle de qualidade

VERDADE

Além de evitar erros e reduzir o tempo do relaxamento de malhas e tecidos, a Relaxadeira de Malhas e Tecidos RLX300 também monitora e gera informações sobre a largura e comprimento do material.

Com isso, a qualidade da peça final é assegurada e a automatização e padronização do processo consegue gerar conectividade e interatividade. Não foi por acaso que este equipamento foi destaque na Expotextil no Peru!

 

 

+ Saiba maisO que é controle de qualidade? Como funciona na indústria têxtil?

 

A forma como é feito relaxamento de malhas interfere no ROI

VERDADE

O ROI é um cálculo feito para verificar qual foi o resultado financeiro de um determinado investimento. No caso das fábricas de confecção, o resultado do ROI precisa cobrir o valor gasto com a compra da malha e gerar lucros.

O cálculo é simples, basta subtrair o valor investido na compra da matéria-prima do valor adquirido pela venda das peças fabricadas com aquela matéria-prima.

Depois, divide-se o resultado pelo valor do investimento inicial. Você pode compreender melhor este cálculo em outro artigo que fizemos sobre o tema.

Representação gráfica da fórmula para encontrar o retorno sobre investimento ou ROI.

Você pode estar se questionando “Mas o que isso tem a ver com o relaxamento de malha?”.

A verdade é que todos os processos que podem alterar o resultado final das peças ou o tempo de produção, interferem no ROI.

Sendo assim, se você demora 48 horas no processo de descanso das malhas, este período que foi perdido e que poderia ser utilizado para a produção, afeta os ganhos da empresa.

Além disso, se houver falhas que comprometam o material durante o relaxamento de malha, as peças podem perder qualidade e pode ser necessário utilizar mais tecido que o necessário, impactando diretamente na quantidade de peças produzidas por rolos e, consequentemente, no ROI.

Além do relaxamento de malha, outros tipos de soluções industriais podem aprimorar o processo de controle de qualidade. Confira este artigo sobre Manufatura avançada na Indústria Têxtil, Controle de qualidade na era da Indústria 4.0, e saiba como!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *